suco detox
19 de junho de 2021
  • compartilhar:

Suco detox não desintoxica; veja benefícios reais e receitas da bebida

É muito comum ouvir histórias de pessoas que exageraram ao comer em algum evento (alô, Natal e Festa Junina!) e no dia seguinte ficaram vivendo de sucos detox. Mas qual o verdadeiro benefício da bebida que virou moda entre as blogueiras fitness?

Normalmente, esses sucos costumam misturar frutas, verduras (principalmente couve), sementes (como chia e linhaça), algum ingrediente considerado termogênico (pimenta, gengibre ou canela), entre outros. No entanto, não há comprovação alguma de que eles realmente ajudem a limpar o organismo de alguma forma —nem para a chamada dieta detox, falando nisso.

Por que esses sucos não desintoxicam

De acordo com a nutricionista Irene Coutinho de Macedo, conselheira do CRN-3 (Conselho Regional de Nutrição da 3ª Região – SP e MS), o corpo já executa essa tarefa sozinho, sem precisar que você beba um suco para isso. Ela explica que é função de órgãos como intestino, fígado e rins fazer a seleção do que deve ser aproveitado pelo corpo e do que deve ser excretado pelas fezes e urina.

“Vários nutrientes e compostos bioativos podem estimular as vias de metabolização para favorecer a conversão de um composto tóxico em uma substância menos tóxica para que seja mais facilmente excretada pelo organismo. Porém, ainda não há evidências científicas que esses alimentos assim combinados no suco possam sustentar esse potencial”, explica a especialista.

Benefícios reais dos sucos detox

No entanto, misturar alimentos saudáveis em um suco não é de todo mal e pode trazer benefícios à saúde, mesmo que não “limpem” o corpo. “Eles são bons para incentivar e estimular o consumo de frutas, verduras e legumes a indivíduos com maior seletividade alimentar e que estão em processo de ampliar e introduzir esses elementos na alimentação cotidiana”, exemplifica a nutricionista Clarissa Fujiwara, coordenadora de Nutrição da Liga de Obesidade Infantil do HC-FMUSP (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo).

Veja alguns desses benefícios:

1. Potencial antioxidante

Já ouviu que quanto mais colorido o prato, maior a quantidade de micronutrientes? Pois é, isso é porque as cores das frutas e vegetais costumam estar ligadas aos micronutrientes presentes neles, normalmente diferentes compostos com ação antioxidante.

“Essas substâncias com capacidade de proteger as células contra os efeitos dos radicais livres produzidos pelo organismo, combatendo assim a inflamação e o envelhecimento das células”, ensina a nutróloga Patricia Savoi, membro da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia) e da Abeso (Associação Brasileira para Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica).

Alguns dos antioxidantes mais conhecidos são selênio, vitamina C, vitamina A, quercetina e licopeno, encontrados em diversos vegetais.

2. Aumento da ingestão de líquidos

Beber água pode ser uma missão difícil e os sucos são uma boa forma de aumentar a ingestão de líquidos. “Ao ingerir bastante líquido, os rins poderão desempenhar o seu importante papel de eliminar as toxinas do organismo”, ensina Macedo.

Além disso, quanto mais líquido ingerimos, menos retemos. No entanto, ela indica que o suco, em si, não deve ser usado como substituto à água. O ideal é preferir bebidas como águas aromatizadas ou temperadas (com gengibre, rodelas de limão, folhas de hortelã ou cascas de frutas) ou chás.

3. Ajudam no funcionamento intestinal

Esses sucos costumam possuir um pouco de fibras (não tanto quanto o alimento in natura, é claro), o que pode ajudar no funcionamento intestinal. Mas o ideal é aliá-los a dietas com outros alimentos ricos em fibras, como frutas e legumes em sua forma natural.

4. Novas formas de consumir vegetais

Nem todo mundo é fã de salada, e muitas vezes as misturas do suco ajudam no consumo de vegetais que a pessoa não conseguia ingerir puros. “Dá para variar sobretudo o consumo de verduras e legumes em diferente apresentação —ao invés da salada no almoço e jantar, num sanduíche ou numa sopa/caldo”, considera Fujiwara.

No entanto, lembre-se que você não deve deixar de consumir esses itens de outros modos, já que a própria nutricionista ressalta que não há evidências que o suco tenha os mesmos benefícios nutricionais do que esses alimentos in natura.

Sucos detox ajudam a emagrecer?

De fato essas bebidas possuem baixa densidade calórica e ajudam a reduzir a retenção de líquidos, fatores que podem ser associados à redução de peso. No entanto, vale lembrar que, sozinho, nenhum alimento é capaz de emagrecer ninguém. Eles precisam ser aliados a uma dieta equilibrada e planejada.

Um problema comum é que pessoas troquem refeições completas por sucos detox. “Quando substituem uma refeição completa, os sucos detox podem apresentar um menor valor calórico e promover a perda de peso e momentânea sensação de bem-estar. Porém, assim como outras dietas restritivas, não pode ser consumido por um longo período de tempo, podendo trazer danos para a saúde”, alerta Macedo.

Entre os problemas, temos:

. Redução da mastigação, que pode prejudicar os dentes;

. Deficiência de nutrientes importantes, como as proteínas, carboidratos e gorduras;

. Aumento de sintomas como cólicas, flatulência e diarreia;

. Dificuldades na percepção da fome e da saciedade.

Quando eu devo tomar sucos detox?

Diferente do que se diz por aí, não existe momento ideal do dia para se consumir um suco detox. “A alimentação variada e adequada deve ser de acordo com as características individuais, evitando longos períodos sem se alimentar, e tendo atenção aos sinais naturais de fome de cada indivíduo. O ideal é que o consumo de frutas e hortaliças aconteça ao longo do dia, nas diferentes refeições”, aconselha Macedo.

Cuidados ao preparar e consumir

1. Consuma assim que preparar

Só o fato de você manipular os alimentos já faz com que eles percam nutrientes, devido ao contato deles com o oxigênio. Além disso, o liquidificar rompe as barreiras de proteção das células dos alimentos, o que faz com que algumas vitaminas se percam ou tenham reduzido o seu potencial de nutrição, segundo Macedo. E quanto mais o tempo passa, maior a perda. Por isso, o ideal é consumir o suco assim que batido.

2. Não coe

O processo de liquidificação já quebra boa parte das fibras alimentares dos vegetais usados nesse suco. Se você os coa, perde o restante dessas substâncias e assim não terá os benefícios ao intestino, além de aumentar o índice glicêmico da bebida.

3. Não use como substituto de refeições

“Os sucos concentrados apresentam antioxidantes e alguns nutrientes como vitaminas, fibras e minerais, mas têm escassez de outros, como as proteínas”, alerta a nutricionista Macedo. Portanto, nada de usá-los no lugar das refeições, que precisam também ter fontes de carboidratos, gorduras boas e das proteínas.

Receitas de suco detox

A nutricionista Clarissa Fujiwara costuma indicar uma fórmula geral para montar sucos vegetais: 1 porção de fruta + 1 porção de vegetal + 1 elemento extra (chia, gengibre ou algum grão) + 200 ml de um líquido, que pode ser água, água de coco ou chá gelado. Dentro dessa fórmula, ela indica algumas misturas temáticas para você testar antes de inventar as suas:

Suco verde

Bata no liquidificador 1 maçã, 1/2 xícara (chá) de salsão, 1 colher (chá) de gengibre e suco de meio limão com 200 ml de água de coco.

Suco rosa

Liquidifique 1 xícara (chá) de frutas vermelhas, suco de 1 laranja, 1/4 de xícara (chá) de beterraba, 1/2 xícara (chá) de espinafre e suco de meio limão com 200 ml de água.

Suco laranja

Misture e bata 1 maçã, suco de 1 laranja, 1/4 de xícara (chá) de cenoura, 1/2 xícara (chá) de agrião, 1 colher (sopa) de hortelã e suco de meio limão com 200 ml de água.

Suco fresh

Bata no liquidificador 1 fatia de abacaxi, 1/2 xícara (chá) de couve, suco de meio limão e 200 ml de chá de hortelã.

Outras receitas

Selecionamos também algumas receitas passadas pela nutricionista Verônica Laino, colunista de VivaBem:

Suco pré-treino vasodilatador

Confira a receita que leva melancia, limão, beterraba e gengibre.

Suco anti-ressaca e detox

Aprenda essa receita que fica pronta em 4 minutinhos.

Caipisuco detox sem álcool

Essa receita parece uma caipirinha, misturando o limão com gengibre e chia.

Link da matéria do Portal do UOL/VivaBem : https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2021/06/19/suco-detox-nao-desintoxica-veja-beneficios-reais-e-receitas-da-bebida.htm


comentários

assine nossa newsletter

    nome
    e-mail
    especialidade