26 de novembro de 2007
  • compartilhar:

Profissionais de Saúde Estão Acima do Peso, Diz Pesquisa

26/10/2007
Barbara Bezerra


Um estudo realizado por pesquisadores paulistas constatou que profissionais de saúde além de estarem acima do peso, não praticam atividades físicas regularmente e tem risco aumentado de complicações metabólicas.


Realizada com 600 funcionários e prestadores de serviço do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, a pesquisa foi coordenada pelo Dr. Dan L. Waitzberg, diretor presidente do GANEP e Professor Associado da Disciplina de Cirurgia do Aparelho Digestivo/ Coloproctologia da FMUSP.


Depois do período de um ano de levantamento, o estudo apontou que 75% dos entrevistados não são adeptos da atividade física e 26% têm circunferência abdominal que sugere risco de complicações metabólicas. Os principais problemas apontados foram sedentarismo (75,3%) e obesidade (13,6%).


A quantidade de entrevistados com circunferência abdominal acima das diretrizes adotadas pela Associação Médica Brasileira (AMB) foi um dos destaques da pesquisa: “Mais de 26% dos homens e mulheres apresentaram medidas superiores a 102 cm e 88 cm, respectivamente”, afirma o coordenador.


O Índice de Massa Corpórea (IMC) teve o seu resultado avaliado quase um ano depois e não foi possível notar diferenças nas medidas de IMC e de circunferência abdominal. Durante esse período, perto de 3% dos avaliados adotaram algum tipo de atividade física regular.


 


comentários

assine nossa newsletter

nome

e-mail

especialidade