22 de fevereiro de 2008
  • compartilhar:

Obesos Custam Menos aos Cofres Públicos do que os Saudáveis

Bárbara Bezerra
22 de fevereiro de 2008


Uma pesquisa realizada pelo Instituto Holandês de Saúde Pública e Meio Ambiente mostrou que a obesidade não aumenta os custos dos serviços públicos de saúde. A justificativa é que os obesos morrem mais cedo.

Publicado na revista Public Library of Science Medicine, o estudo diz que o tratamento e cuidados com as pessoas saudáveis custam mais devido à maior expectativa de vida, em comparação aos obesos. A estimativa é que, ao longo da vida, pessoas saudáveis custam US$ 50 mil a mais para os serviços de saúde.

Na coordenação da pesquisa, o economista Pieter van Baal e sua equipe criaram três grupos de mil pessoas cada, com idade entre 20 e 56 anos. O primeiro, formado por pessoas com peso saudável, mas fumantes; o segundo, obesos não-fumantes; o terceiro, formado por não-fumantes com peso saudável.

A partir daí, os pesquisadores fizeram uma estimativa, com base em dados de 2003, sobre as chances de cada grupo desenvolver doenças crônicas ao longo da vida e o provável custo do tratamento médico dessas doenças.

O grupo de não-fumantes com peso saudável apresentou os custos médicos mais altos ao longo da vida, US$ 417 mil, porque vivem por mais tempo e estão mais expostos às doenças relacionadas ao envelhecimento.

Em média, as pessoas saudáveis viveram 84 anos. Os fumantes viveram até 77 anos e custaram US$ 326 mil; e os obesos custaram US$ 371 mil e viveram até os 80 anos. Os fumantes e obesos apresentaram maiores índices de doenças cardíacas do que os saudáveis.

As conclusões da pesquisa contrariam o discurso político de que a obesidade custaria milhões de euros aos cofres públicos holandeses nos próximos anos. Assim mesmo, a Associação Internacional para o Estudo da Obesidade defende que, por sua gravidade, a doença deve continuar a ser combatida, ainda que possa não ter o impacto econômico que se imaginava.


 


comentários

veja também

assine nossa newsletter

nome

e-mail

especialidade