04 de julho de 2008
  • compartilhar:

Obesidade Cresce Entre Mulheres em Idade Fértil

Por Beth Santos
04 de Julho de 2008


Divulgada esta semana pelo Ministério da Saúde, a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS) revela que pioraram os indicadores de obesidade feminina no país entre 1996 e 2006. Em outras palavras, cresceram os problemas de excesso de peso e obesidade entre mulheres em idade fértil – de 15 a 49 anos.


No estudo realizado em 1996, 34,2% das mulheres ouvidas pela pesquisa estavam acima do peso recomendável para sua altura. Passados dez anos, em 2006 o percentual subiu para 43% – o que representa um aumento de 25%. Neste período, a porcentagem de mulheres obesas deu um salto, passando de 9,7% para 16%.


Segundo os dados divulgados, variou pouco o percentual de mulheres com excesso de peso entre as regiões do país: de 41,3% no Norte a 45,1% no Centro-Oeste. Os índices de obesidade variaram um pouco mais entre a região Norte (12,8%) e Sul do país (19,4%). Ambos os problemas foram verificados com maior freqüência entre as mulheres mais velhas e com maior número de filhos.


A pesquisa também constatou pouca variação entre o meio urbano e o rural, e em função do grau de escolaridade das mulheres ouvidas. Revelou-se que 52,3% estão com 80 centímetros, ou mais, de circunferência abdominal.


Alimentos Industrializados: Vilões


Ao comentar os resultados da PNDS, o Ministro da Saúde, José Gomes Temporão, lembrou que o padrão alimentar do brasileiro vem mudando: a população está consumindo menos feijão, por exemplo, e muito alimento industrializado. Ele atribui esse fator à alteração de padrões culturais e da pressão da propaganda. O resultado tem sido um consumo excessivo de alimentos semiprontos, com altos teores de sal e gordura.


 


comentários

assine nossa newsletter

nome

e-mail

especialidade