02 de abril de 2021
  • compartilhar:

Chá de saquinho faz tão bem quanto o de folhas?

Não. Os chás de saquinho são produtos industrializados que precisam seguir uma série de legislações para produção. Neles, as plantas são trituradas e ficam em pedaços muito pequenos e finos. Esse processamento faz com que acontecem mudanças oxidativas e evaporação dos óleos voláteis, aromáticos e vitaminas encontrados nos chás naturais.

Os chás são uma opção de bebida saborosa e que trazem inúmeros benefícios para a saúde de modo geral, como melhorar os níveis de concentração e energia, diminuir o risco de doenças cardiovasculares, melhorar o metabolismo lipídico, além de um efeito antibacteriano, já que purifica organismo, eliminando toxinas e combatendo a retenção de líquidos.

Tudo isso por conta dos bioativos (polifenóis e flavonóides) presentes nas folhas, caule e raízes naturais, que também acabam sendo degradados nos chás de saquinho. Até mesmo a qualidade da matéria-prima utilizada para a fabricação difere das folhas vendidas para infusão.

Portanto, a recomendação é sempre preferir os chás feitos com as próprias ervas para aproveitar todas as propriedades e benefícios da bebida. Mas é preciso tomar alguns cuidados. Um deles é na armazenagem das folhas/ervas para evitar a oxidação. Dê preferência para recipientes herméticos e ou local seco para evitar exposição à umidade e luz.

Também é necessário ter atenção na hora do preparo por infusão, em que é recomendado esquentar a água e depois despejar as ervas e deixá-las abafadas de 2 a 15 minutos dependendo do tipo de chá. Evite ferver a água, desligando o forno logo no momento que as primeiras bolhas aparecerem. Isso é importante porque o processo de fervura também perde benefícios se feito dessa maneira.

Após o preparo, é importante consumir a bebida em até 24 horas, já que grande parte das propriedades ativas entra em processo de fermentação, mesmo na geladeira. Gestantes, lactantes e crianças devem ser avaliados por um profissional antes de fazer uso de qualquer tipo de chá, bem como pacientes com hipertensão, gastrite, úlcera ou disfunções cardíacas e renais.

Mesmo o chá de saquinho sendo mais prático, há utensílios como infusores e canecas infusoras que ajudam a facilitar o preparo dos chás naturais. Mas, caso ainda assim prefira utilizar chás já processados pela sua praticidade, a recomendação é optar pelo a granel, que também possui o processo de seleção e secagem, conservando melhor a planta natural.

Fontes: Clarissa Hiwatashi Fujiwara, nutricionista e ​membro do Departamento de Nutrição da ABESO (Associação Brasileira ​para o​ Estudo da Obesidade ​e da Síndrome Metabólica), Giovanna Oliveira, nutricionista da clínica Dra. Maria Fernanda Barca, e Lígia dos Santos, nutricionista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

Link da matéria do Portal Yahoo!: https://br.vida-estilo.yahoo.com/cha-de-saquinho-cha-de-folhas-100028180.html


comentários

assine nossa newsletter

    nome
    e-mail
    especialidade